Vice dos EUA se reuniria com irmã de Kim Jong-un, diz gabinete – 20/02/2018 – Mundo

0
81


O gabinete do vice-presidente dos EUA, Mike Pence, afirmou nesta terça-feira (20) que estava marcada uma reunião na Coreia do Sul entre ele e membros do regime da Coreia do Norte, mas que foi cancelada de última hora.

O republicano representou o governo americano na abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang, no último dia 9, enquanto o regime comunista enviou o chefe de Estado, Kim Yong-nam, e Kim Yo-jong, irmã mais nova do ditador Kim Jong-un.

O chefe de gabinete de Pence, Nick Ayers, disse que o encontro ocorreria no dia 10, mas que Pyongyang mudou de ideia depois que o americano condenou os abusos de direitos humanos e defendeu a aplicação de novas sanções.

“A Coreia do Norte acertou a reunião com a esperança de que o vice-presidente amenizasse o tom das mensagens, o que teria sido ceder perante todo o mundo à sua propaganda durante os Jogos Olímpicos”, declarou.

“O governo impedirá o desejo de Kim de alvejar seu regime assassino com belas fotos nos Jogos Olímpicos. Talvez tenha sido por isso que eles cancelaram a reunião ou talvez nunca tenham sido sinceros sobre ele.”

Segundo o jornal The Washington Post, Pence concordou no dia 5 com a reunião, que aconteceria na Casa Azul, sede da Presidência sul-coreana, embora não fosse contar com membros do governo de Seul.

Membros do governo dos EUA afirmaram à publicação que ela era de conhecimento de um grupo pequeno na Casa Branca, que incluía Trump, o chefe de gabinete, John Kelly, e os secretários James Mattis (Defesa) e Rex Tillerson (Estado).

O regime norte-coreano não comentou se houve convite de reunião ou se foram eles quem cancelaram até a publicação deste texto.

Se houvesse acontecido, o encontro seria o primeiro de um representante do governo de Donald  Trump e o regime de Kim Jong-un, que estão em uma escalada desde o ano passado devido ao programa nuclear de Pyongyang.

Na visita à Coreia do Sul, Pence disse que as sanções mais agressivas e duras contra a Coreia do Norte estavam por vir. Também deu ênfase ao reforço da aliança militar com os aliados Japão e Coreia do Sul.

Apesar das críticas, levantou a perspectiva de que os EUA estejam acertando com a Coreia do Sul um engajamento diplomático maior com a Coreia do Norte.

Por outro lado, Kim Jong-un  enviou por meio da irmã o pedido para retomar o diálogo com o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in. Embora saúde a iniciativa do ditador, Seul considera que as negociações devam incluir os EUA.

O pedido sucedeu as negociações para a participação da Coreia do Norte nas Olimpíadas. Além do desfile das delegações unificadas, os dois países disputaram a competição feminina de hóquei no gelo com time único.